Meditação do Evangelho do Sábado depois da Epifania



Padre José Luiz Nascibem - Paróquia São Benedito

Evangelho - Jo 3,22-30
Naquele tempo: Jesus foi com seus discípulos para a região da Judéia. Permaneceu aí com eles e batizava. Também João estava batizando, em Enon, perto de Salim, onde havia muita água. Aí chegavam as pessoas e eram batizadas. João ainda não tinha sido posto no cárcere. Alguns discípulos de João estavam discutindo com um judeu a respeito da purificação. Foram a João e disseram: 'Rabi, aquele que estava contigo além do Jordão e do qual tu deste testemunho, agora está batizando e todos vão a ele.' João respondeu: 'Ninguém pode receber alguma coisa, se não lhe for dada do céu. Vós mesmo sois testemunhas daquilo que eu disse: 'Eu não sou o Messias, mas fui enviado na frente dele`. É o noivo que recebe a noiva, mas o amigo, que está presente e o escuta, enche-se de alegria ao ouvir a voz do noivo. Esta é a minha alegria, e ela é completa. É necessário que ele cresça e eu diminua.' Palavra da Salvação.

Meditação. O que o texto diz pra mim.
Entro no texto, como um expectador. E vejo a cena que acontece. Passeio, em silencio, no meio dos personagens, ouço suas falas e ações. E algo me chamou mais a atenção. O que foi? Por que? O que esse texto diz pra mim que mais me despertou o olhar nesse passeio, a atenção

Oração. O que eu digo a Deus.
É momento de me dirigir a Deus. Responder a Ele a partir do que me revelou no texto, na meditação, através de seu Espírito Santo. Falar como a um amigo, passear junto com Ele, falando. Posso agradecer, louvar, pedir, manifestar dúvidas, falar de mim, de minha relação com Ele, com outros, com o tempo, o mundo. Sou livre para dizer o que penso, como penso, como amigo e discípulo. Oro com todo meu ser, toda minha vida. Ele compreenderá, sempre.

Contemplação. O que o texto faz em mim.
Ler a Palavra do Senhor é abrir-se a uma relação com o que Ele se revela na Palavra. N silêncio, vivo momentos de contemplação, pois nele o Senhor pode fazer com que sua Palavra me transforme, aja em mim. Deixo fluir meu pensamento ao sabor do que o Senhor desejar. Que a ação de sua Palavra chegue ao meu coração, e me transforme.

Ação. O que o texto me chama a agir.
Os textos do Evangelho podem me solicitar modos de agir, de crer na minha fé, de fazer com que vida e fé sejam coerentes, e que não haja dissociação entre elas. O Senhor me chama a agir de algum modo, na fé, na comunidade, na família, na sociedade a partir desse texto Me solicita algo, compromisso, ação concreta?

Fonte: catolicoorante