Terça-feira da XVII Semana do tempo Comum



Padre José Luiz Nascibem - Paróquia São Benedito

Evangelho: Mt 13,36-43
Naquele tempo: Jesus deixou as multidões e foi para casa. Seus discípulos aproximaram-se dele e disseram: "Explica-nos a parábola do joio!" Jesus respondeu: Aquele que semeia a boa semente é o Filho do Homem. O campo é o mundo. A boa semente são os que pertencem ao Reino. O joio são os que pertencem ao Maligno. O inimigo que semeou o joio é o diabo. A colheita é o fim dos tempos. Os ceifadores são os anjos. Como o joio é recolhido e queimado ao fogo, assim também acontecerá no fim dos tempos: o Filho do Homem enviará os seus anjos e eles retirarão do seu Reino todos os que fazem outros pecar e os que praticam o mal; e depois os lançarão na fornalha de fogo. Ali haverá choro e ranger de dentes. Então os justos brilharão como o sol no Reino de seu Pai. Quem tem ouvidos, ouça."
Palavra da Salvação.

Leitura: O que o texto diz?
Em mais uma parábola do Reino, Jesus aprofunda seu ensinamento aos discípulos. O “juízo final” é reconhecido biblicamente como o “Dia do Senhor”, ou seja, dia em que Deus julgará todas as nações, fará a colheita dos fins dos tempos, na qual separará os malfeitores dos justos. Os malfeitores são o joio e os justos, o trigo, situados no mesmo local, cultivados e regados por semeadores diferentes, sendo o diabo o do joio, e Jesus, o do trigo. O trigo e o joio estão presentes entre nós. Jesus ainda explica que, o mal está sempre no meio do bem, nos confundindo com o que é mais atraente, porém, devemos ter paciência e sabedoria para lidar com a maldade, em que muitas vezes se enraíza em nosso coração e sequer, sabemos. Entretanto, o joio não deve ser removido, e sim crescer, para que na hora da colheita a diferença seja notada. Devemos aguardar então, com tolerância e sem julgamentos, uma vez que, Deus é o único julgador, e só realizará a separação do bem e do mal, quando o dia chegar.

Meditação: O que o texto me diz?
No Reino de Deus há santos e pecadores, justos e ímpios, pois o maligno está sempre tentando interferir nos projetos de Deus. Pense sobre esta parábola, e faça o seu reconhecimento entre o joio e o trigo. Permita receber o perdão de Deus pelas vezes que não conseguiu ser boa semente, e ao mesmo tempo, a graça de saber diferenciar o semeador que cultiva o seu coração. Se lhe falta paciência e sabedoria, Deus lhe dará, mas busque o seu real arrependimento e a reparação de suas falhas. Demonstre um ato fielmente contrito, receba o perdão e recomece.

Oração: O que o texto me faz dizer?
Jesus é semeador da boa semente que é o trigo. Apesar do semeador da erva daninha tentar interferir no plantio do trigo, plantando o joio, peça a Deus a graça de não ceder às tentações e provocações. Se ainda está inseguro, busque a sua verdadeira conversão, uma vez que, acolhendo os ensinamentos de Jesus, adquirimos o potencial de estarmos ao lado do joio e não se deixar misturar. Converse com Deus profundamente, e com o discernimento necessário, não reclame com frequência suas queixas e nem guarde rancor. Assim, enfrenta com sabedoria o inimigo. E se falhou até aqui, não tema! Deus não nos pune na mesma proporção de nossas culpas, pois é misericordioso, bondoso e compassivo.

Contemplação: O que o texto faz em mim?
Se sentir necessidade refaça a leitura. Deixe que as palavras penetrem em seu coração e tragam inspiração. Jesus quer realizar sua conversão. Receba-o e deixe-o ser o seu semeador, uma vez que, será você uma boa semente, agirá com justiça, e separado do joio no juízo final, brilhará como o sol no Reino em contínua edificação.

Ação: O que esse texto me faz agir?
Com os corações semeados com o amor de Jesus, passamos a ser instrumentos do bem, de edificação do Reino. E como trigo, é semeado com muito amor, e de forma sábia, aguarda a colheita de forma segura e sem julgamentos. Pode até pedir a Deus pelos que não fazem o bem, pois seu coração transbordará de tantas curas. Ajude a Jesus semear outros trigos, faça a diferença na vida deles e sendo testemunho do amor e da bonança.

Fonte: catolicoorante